Buscar en
Revista de Psicodidáctica
Toda la web
Inicio Revista de Psicodidáctica O impacto da transição escolar para o 2.° ciclo sobre o autoconceito e a auto...
Información de la revista
Vol. 22. Núm. 2.
Páginas 85-92 (Junio - Diciembre 2017)
Compartir
Compartir
Descargar PDF
Más opciones de artículo
ePub
Visitas
347
Vol. 22. Núm. 2.
Páginas 85-92 (Junio - Diciembre 2017)
Original
O impacto da transição escolar para o 2.° ciclo sobre o autoconceito e a autoestima
The Impact of Secondary School Transition on Self‐Concept and Self‐Esteem
Visitas
...
Vítor Alexandre Coelho
Autor para correspondencia
vitorpcoelho@gmail.com

Autor para correspondência. Académico Torres Vedras, Largo do Quebra‐Costas, 9; 2560‐703 Torres Vedras.
, Ana Maria Romão
Académico de Torres Vedras, Portugal
Información del artículo
Resumen
Texto completo
Bibliografía
Descargar PDF
Estadísticas
Tablas (4)
Tabela 1. Autoperceções – estatísticas descritivas e tamanhos de efeito para o tempo
Tabela 2. Autoperceções – estatísticas descritivas por avaliação, por género
Tabela 3. Autoperceções – estatísticas descritivas por avaliação, por situação de sucesso no 5.° ano
Tabela 4. Modelos de curvas de crescimento paralelo para o autoconceito
Mostrar másMostrar menos
Resumo

A transição para o 2.° ciclo tem lugar em Portugal num momento anterior ao da maioria dos países ocidentais. Este estudo teve como objetivo analisar o impacto desta transição sobre o autoconceito e autoestima dos alunos portugueses, bem como identificar potenciais efeitos de género. A amostra incluiu 377 alunos (Mage=9.46; SD=0.93; 52.8% rapazes), aos quais foram aplicados questionários de autorrelato no 4.° (a meio e no fim) e no 5.° ano (no início e no fim). Para avaliar a evolução das autoperceções foram utilizados modelos lineares multinível. Os resultados mostram diminuições significativas em todas as dimensões do autoconceito e na autoestima com a transição. Existiram diferenças de género com os rapazes a apresentarem maiores reduções no autoconceito emocional e as raparigas no autoconceito académico. Os alunos retidos no 5.° ano tiveram decréscimos maiores em todas as autoperceções. Os resultados ilustram a importância de intervenções preventivas na transição para o 2.° ciclo de forma a reduzir o impacto negativo destas sobre as autoperceções.

Palavras‐chave:
Transição para o 2.° ciclo
Autoconceito
Autoestima
Diferenças de género
Abstract

Secondary school transition takes place earlier in Portugal than in most Western countries. This study aims to analyze the impact of this transition on the self‐concept and self‐esteem of Portuguese students, and to identify potential differential gender impacts. The sample included 377 students (Mage=9.46; SD=0.93; 52.8% boys). Self‐report questionnaires were administered in 4th grade (middle and end) and 5th grade (beginning and end). Multilevel linear modeling with a repeated measures design was used to evaluate the evolution of self‐perceptions during secondary school transitions. Results show significant decreases in all dimensions of self‐concept and in self‐esteem during this transition. Gender differences emerged with boys showing greater decreases in emotional self‐concept and girls in academic self‐concept. Students retained at the end of 5th grade had greater declines in all self‐perceptions. The results highlight the importance of intervention to prevent the negative impact of secondary school transition on self‐perceptions.

Keywords:
Secondary school transition
Self‐concept
Self‐esteem
Gender differences

Artículo

Opciones para acceder a los textos completos de la publicación Revista de Psicodidáctica
Suscriptor
Suscriptor de la revista

Si ya tiene sus datos de acceso, clique aquí.

Si olvidó su clave de acceso puede recuperarla clicando aquí y seleccionando la opción "He olvidado mi contraseña".
Comprar
Comprar acceso al artículo

Comprando el artículo el PDF del mismo podrá ser descargado

Precio 19,34 €

Comprar ahora
Contactar
Teléfono para suscripciones e incidencias
De lunes a viernes de 9h a 18h (GMT+1) excepto los meses de julio y agosto que será de 9 a 15h
Llamadas desde España
932 415 960
Llamadas desde fuera de España
+34 932 415 960
E-mail
Opciones de artículo
Herramientas
es en pt

¿Es usted profesional sanitario apto para prescribir o dispensar medicamentos?

Are you a health professional able to prescribe or dispense drugs?

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos