Regístrese
¿Aún no está registrado?
Información relevante

Consulte los artículos y contenidos publicados en éste medio, además de los e-sumarios de las revistas científicas en el mismo momento de publicación

Máxima actualización

Esté informado en todo momento gracias a las alertas y novedades

Promociones exclusivas

Acceda a promociones exclusivas en suscripciones, lanzamientos y cursos acreditados

Crear Mi cuenta
Buscar en
Revista Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo
Toda la web
Inicio Revista Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo Redes de referenciação das doenças endócrinas
Journal Information
Vol. 11. Num. 2.July - December 2016
Pages 155-314
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 11. Num. 2.July - December 2016
Pages 155-314
Editorial
DOI: 10.1016/j.rpedm.2016.06.004
Open Access
Redes de referenciação das doenças endócrinas
Endocrine Diseases Reference Networks
Visits
2419
Francisco Carrilhoa, Helena Cardosob
a Presidente da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo
b Presidente do Colégio da Especialidade de Endocrinologia e Nutrição
This item has received
2419
Visits

Under a Creative Commons license
Article information
Full Text

Em 9 de maio de 2014, a Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo (SPEDM) e o Colégio da Especialidade de Endocrinologia e Nutrição da Ordem dos Médicos solicitaram uma audiência ao Ministro da Saúde ao constatarem a inexistência de qualquer referência à especialidade de endocrinologia‐nutrição nas especialidades hospitalares referenciadas na portaria 82/2014 do DR de 10 de abril de 2014.

Neste momento, o presidente da SPEDM e a presidente do Colégio da Especialidade de Endocrinologia e Nutrição da Ordem dos Médicos vêem com grande satisfação a publicação da portaria n.°147/2016 de 19 de maio de 2016, em que não só a referida portaria é revogada como é estabelecido o processo de classificação dos hospitais, centros hospitalares e unidades locais de saúde do Serviço Nacional de Saúde, tendo como princípio a definição das Redes de Referenciação Hospitalar (RRH) e é definido o processo de criação e revisão das referidas redes. No anexo a esta portaria estão elencadas as RRH aprovadas, as RRH em fase de submissão a consulta pública, as RRH em criação/revisão e as RRH em fase de designação de peritos em que a especialidade de endocrinologia e nutrição se encontra incluída. O Colégio da Especialidade de Endocrinologia e Nutrição da Ordem dos Médicos foi envolvido quer para a designação de peritos quer para a coordenação, assim como o presidente da direção da SPEDM, para além de elementos representantes de todas as ARS, DGS e ACSS.

A importância das RRH e dos centros de referência integrados nas RRH ultrapassa a escala nacional, pois vai permitir a integração nas redes de referenciação europeia, Endocrine Reference Networks (Endo ERN), coordenadas pelo Professor Alberto M. Pereira, da Universidade de Leiden.

As RRH em endocrinologia vão ter de responder a 2 realidades diferentes: a referenciação das doenças com grande prevalência, como é o caso da diabetes mellitus, obesidade, doenças da tiróide e osteoporose; e a referenciação das doenças endócrinas raras e complexas incluídas nas Endo ERN, cujos principais grupos temáticos são as doenças da hipófise, suprarrenal, doenças da diferenciação e maturação sexual, crescimento, doenças da homeostasia do cálcio e do fósforo, diabetes monogénica e doenças genéticas da homeostasia da glicose e insulina, síndromes tumorais endócrinas genéticas, doenças raras e complexas da tiróide, sempre abrangendo todo o período desde o nascimento até à senescência.

À semelhança das redes de referenciação europeia em que se pretende que seja um processo de baixo para cima, também nós queremos envolver todos os endocrinologistas portugueses desde uma fase inicial, pelo que vão ser convocadas assembleias gerais do Colégio da Especialidade de Endocrinologia e Nutrição e da SPEDM para o início de setembro de 2016, para que todos possam participar ativamente neste processo, numa fase muito anterior à da consulta pública. Esteja atento, participe, colabore!

Copyright © 2016. Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo
es en pt
Política de cookies Cookies policy Política de cookies
Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y mostrarle publicidad relacionada con sus preferencias mediante el análisis de sus hábitos de navegación. Si continua navegando, consideramos que acepta su uso. Puede cambiar la configuración u obtener más información aquí. To improve our services and products, we use "cookies" (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here. Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.
es en pt

¿Es usted profesional sanitario apto para prescribir o dispensar medicamentos?

Are you a health professional able to prescribe or dispense drugs?

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos