Regístrese
Buscar en
Revista Internacional de Andrología
Toda la web
Inicio Revista Internacional de Andrología Adaptação portuguesa e validação da versão reduzida da Condom Use Self‐ef...
Información de la revista
Vol. 15. Núm. 1.
Páginas 23-30 (Enero - Marzo 2017)
Compartir
Compartir
Descargar PDF
Más opciones de artículo
ePub
Visitas
12
Vol. 15. Núm. 1.
Páginas 23-30 (Enero - Marzo 2017)
Revisão
DOI: 10.1016/j.androl.2016.06.002
Adaptação portuguesa e validação da versão reduzida da Condom Use Self‐efficacy Scale
Portuguese adaptation and validation of the brief version of Condom Use Self‐efficacy Scale
Visitas
12
Maria José Santosa,b,
Autor para correspondencia
mjsantos@utad.pt

Autor para correspondência.
, Elisabete Ferreirac, João Duarted, Manuela Ferreirad
a Escola Superior de Enfermagem de Vila Real, Universidade de Trás‐os‐Montes e Alto Douro, Vila Real, Portugal
b Instituto de Ciências Biomédicas de Abel Salazar, Universidade do Porto, Porto, Portugal
c Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação, Universidade do Porto, Porto, Portugal
d Centro de Estudos em Educação, Tecnologias e Saúde (CI&DETS), Escola Superior de Saúde de Viseu, Instituto Politécnico de Viseu, Viseu, Portugal
Este artículo ha recibido
12
Visitas
Información del artículo
Resumen
Texto completo
Bibliografía
Descargar PDF
Estadísticas
Figuras (1)
Tablas (4)
Tabela 1. Estrutura fatorial da versão portuguesa da versão reduzida da Condom Use Self‐efficacy Scale (CUSES‐RP)
Tabela 2. Análise da fiabilidade (valores de alfa de Cronbach, médias das correlações inter‐itens e amplitude das correlações item‐total corrigidas) para a versão reduzida portuguesa da Condom Use Self‐efficacy Scale (CUSES‐RP)
Tabela 3. Correlação de Pearson entre os diferentes fatores que compõem a versão reduzida portuguesa da Condom Use Self‐efficacy Scale (CUSES‐RP)
Tabela 4. Fiabilidade compósita, variância extraída média e validade discriminante da versão reduzida portuguesa da Condom Use Self‐efficacy Scale (CUSES‐RP)
Mostrar másMostrar menos
Resumo
Introdução

O preservativo é o método mais eficaz na prevenção de infeções sexualmente transmissíveis. É reconhecido o papel da autoeficácia na predição de comportamentos de saúde e a autoeficácia para usar preservativo tem‐se mostrado um constructo‐chave relacionado com o uso efetivo do preservativo.

Objetivos

Proceder à adaptação e validação da versão reduzida da Condom Use Self‐efficacy Scale (CUSES) para estudantes do ensino superior português.

Material e métodos

Foi realizado um estudo quantitativo, descritivo‐correlacional numa amostra de conveniência de 1.946 estudantes do ensino superior, 64% raparigas e 36% rapazes, com idade média de 21 anos (20,74±2,32).

Resultados

A análise das características psicométricas da escala foi avaliada com recurso à análise fatorial exploratória (AFE) e confirmatória (AFC), realizada em 2 subgrupos aleatorizados da amostra inicial. Os resultados da AFE revelaram uma estrutura com 4 fatores, semelhante à escala original, que explicam 70,6% da variância e uma boa consistência interna (α=0,86). A AFC revelou a necessidade de ajustamento do modelo aos dados, apresentando o modelo modificado índices aceitáveis de ajustamento. A versão modificada revelou valores adequados de fiabilidade, validade fatorial e validade concorrente e discriminante.

Conclusões

As propriedades psicométricas avaliadas permitem considerar a utilização deste instrumento no desenvolvimento de programas de saúde sexual e reprodutiva para estudantes do ensino superior português, pois permite determinar os domínios relevantes da perceção da autoeficácia para usar o preservativo.

Palavras‐chave:
Autoeficácia
Preservativo
Estudantes do ensino superior
Saúde sexual e reprodutiva
Abstract
Introduction

Condoms are the most effective method to prevent sexually transmitted infections. The role of self‐efficacy in predicting health behaviors and self‐efficacy to use condoms has been shown to be a key related construct to the effective use of condoms.

Objectives

Adaptation and validation of the reduced version of Condom Use Self‐efficacy Scale (CUSES) for Portuguese college students.

Material and methods

We conducted a quantitative, descriptive and correlational in a convenience sample of 1946 university students study, 64% girls and 36% boys, mean age 21 years (20.74±2.32).

Results

The analysis of the psychometric characteristics of the scale was carried using exploratory (EFA) and confirmatory factor analysis (EFC), held in 2 randomized subgroups of the original sample. The results of EFA revealed a structure with four factors, which explains 70.6% of variance and have a good values of internal consistency (α=0.86). The AFC revealed the need to adjust the model to the data, presenting acceptable levels of adjustment. The modified version had good reliability, factorial validity and concurrent and discriminant validity.

Conclusions

The psychometric properties assessed allow considering the use of this instrument in the development of sexual and reproductive health programs for students of Portuguese higher education as it allows determining the relevant fields of self‐efficacy perception to use condom.

Keywords:
Self‐efficacy
Condoms
College students
Sexual and reproductive health

Artículo

Opciones para acceder a los textos completos de la publicación Revista Internacional de Andrología
Suscriptor
Suscriptor de la revista

Si ya tiene sus datos de acceso, clique aquí.

Si olvidó su clave de acceso puede recuperarla clicando aquí y seleccionando la opción "He olvidado mi contraseña".
Suscribirse
Suscribirse a:

Revista Internacional de Andrología

Contactar
Teléfono para suscripciones e incidencias
De lunes a viernes de 9h a 18h (GMT+1) excepto los meses de julio y agosto que será de 9 a 15h
Llamadas desde España
932 415 960
Llamadas desde fuera de España
+34 932 415 960
E-mail
Opciones de artículo
Herramientas
es en pt

¿Es usted profesional sanitario apto para prescribir o dispensar medicamentos?

Are you a health professional able to prescribe or dispense drugs?

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos

es en pt
Política de cookies Cookies policy Política de cookies
Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y mostrarle publicidad relacionada con sus preferencias mediante el análisis de sus hábitos de navegación. Si continua navegando, consideramos que acepta su uso. Puede cambiar la configuración u obtener más información aquí. To improve our services and products, we use "cookies" (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here. Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.