Regístrese
Buscar en
Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial
Toda la web
Inicio Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial SPODF #6. Abordagem clínica da mordida aberta lateral – tratamento e estabili...
Journal Information
Vol. 57. Issue S1.
Pages 64 (December 2016)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 57. Issue S1.
Pages 64 (December 2016)
DOI: 10.1016/j.rpemd.2016.10.155
Open Access
SPODF #6. Abordagem clínica da mordida aberta lateral – tratamento e estabilidade
Visits
...
Helena Maltez Rodrigues*, Joana Silva, Telmo Moreira, Maria João Ponces, Afonso Pinhão Ferreira, Adriano Figueiredo
Article information
Full Text

Introdução: A mordida aberta posterior (MAP) constitui uma anomalia rara, com etiologia multifatorial. Na sua origem podem estar fatores como excesso vertical da maxila, padrão esquelético, anomalias da erupção dentária, interposição lingual, anquilose dentária e hiperplasia condilar. A anomalia caracteriza‐se por dentes em infraoclusão e subdesenvolvimento dos processos dento‐alveolares nos segmentos posteriores, provocando problemas estéticos e funcionais. O tratamento convencional envolvendo dentes sem anquilose implica aparatologia fixa bimaxilar e elásticos intermaxilares, de modo a obter extrusão dentária na região da mordida aberta. Em casos graves, a mecânica de tratamento deste tipo de casos é limitada, envolvendo, muitas vezes, cirurgia ortognática. O objetivo deste caso clínico passa pelo relato de um paciente com mordida aberta bilateral, provocada por macroglossia, e respetiva abordagem terapêutica.

Descrição do caso clínico: Paciente do género feminino, 29 anos, compareceu a uma consulta médico dentária para avaliação da necessidade de tratamento ortodôntico. Ao exame clínico intraoral, observou‐se mordida aberta bilateral, com contactos dentários apenas ao nível dos incisivos e dos molares. Observou‐se ainda o aumento volumétrico da língua e interposição lingual.

Discussão: Após estudo do caso, numa primeira fase, procedeu‐se à glossectomia parcial. Após cicatrização, foi realizada ortodontia fixa bimaxilar, com recurso a elásticos intermaxilares para fechamento da MAP.

Conclusões: A intervenção de uma equipa multidisciplinar foi imperativa na resolução do caso. No fim do tratamento, os dentes foram completamente nivelados e alinhados, obteve‐se uma relação de caninos e de molares de classe I e uma oclusão funcional. A eliminação do fator etiológico da má oclusão foi essencial para a estabilidade do tratamento.

Article options
Tools
es en pt

¿Es usted profesional sanitario apto para prescribir o dispensar medicamentos?

Are you a health professional able to prescribe or dispense drugs?

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos

es en pt
Política de cookies Cookies policy Política de cookies
Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y mostrarle publicidad relacionada con sus preferencias mediante el análisis de sus hábitos de navegación. Si continua navegando, consideramos que acepta su uso. Puede cambiar la configuración u obtener más información aquí. To improve our services and products, we use "cookies" (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here. Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.