Buscar en
Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial
Toda la web
Inicio Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial Influência da Disfunção Temporomandibular Muscular nas Alterações da Qualid...
Journal Information
Vol. 51. Issue 1.
Pages 41-47 (January - March 2010)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 51. Issue 1.
Pages 41-47 (January - March 2010)
Revisão
Open Access
Influência da Disfunção Temporomandibular Muscular nas Alterações da Qualidade Vocal
Visits
5363
Adriano Rockland
,
Corresponding author
adrianorockland@isave.pt

Correspondência para:.
, Ana Valéria Alves Teixeira**, Janieny Vieira da Silva***, Saulo André de Andrade Lima****, Amilcar Viana de Oliveira*****
* Coordenador da Pós-graduação em Motricidade Oro-facial do Instituto Superior de Saúde do Alto Ave - Isave; Coordenador da Pós-graduação em Disfagias Orofaríngeas do Instituto Superior de Saúde do Alto Ave – Isave; Docente da Unidade Curricular Intervenção Terapêutica nas Disfunçãoes Temporomandibulares da Pós-graduação em Motricidade Oro-facial; Doutorando em Educação pela Universidade Lusófona do Porto; Pós-graduado em Geriatria e Gerontologia Pela Universidade Católica Portuguesa; Especialista em Geriatria e Gerontologia pela Universidade de Aveiro; Fonoaudiólogo pela Universidade Católica de Pernambuco com reconhecimento de Grau Acadêmico pela Universidade do Algarve - Portugal
** Fonoaudióloga pelo UNICEUMA – Centro Universitário do Maranhão
*** Mestre em Ciências da Saúde pela Universidade Federal do Maranhão; Especialista em Motricidade Oro-facial pela Universidade Federal de Pernambuco Fonoaudióloga Universidade Católica de Pernambuco; Docente da Unidade Curricular Intervenção Terapêutica nos Traumas de Face na Pós-graduação em Motricidade Oro-facial do Instituto Superior de Saúde do Alto Ave - Isave; Docente do Departamento de Fonoaudiologia do UNiCEUMA – Centro Universitário do Maranhão
**** Presidente da ABCD-MA - Associação Brasileira dos Cirurgiões - Dentistas do Maranhão; Director do Sincidema; Especialista em ortodontia e ortopedia facial - Unicastelo-SP; Mestrando em Ortodontia pelo Uniceuma; Docente do curso de Especialização em Ortodontia do Uniceuma; Docente do curso de Especialização em Ortodontia do Sincidema-Sindicato dos Cirurgiões Dentistas do Maranhão; Docente da Graduação em Ortodontia e Fonoaudiologia do Uniceuma. Docente de Ortodontia do Cest – Maranhão
***** Especialista em ortodontia e ortopedia facial - (foplac-df); Mestrando em ortodontia pelo uniceuma; Docente do curso de Especialização em Ortodontia do Uniceuma; Docente do curso de Especialização em Ortodontia do Sincidema; Director do Sincidema; Docente da Graduação em Ortodontia do Uniceuma
This item has received

Under a Creative Commons license
Article information
Abstract
Bibliography
Download PDF
Statistics
Abstract

The temporomandibular disorders (TMD) is a set of events associated with impairments in joint tissues and/or muscle, involving anatomical structures associated with it. The mechanism between phonation and articulation depends on a complex interdependence of activity between the breathing and all the stomatognathic system's muscles coordinated by cervical posture, and the action of the speech's structures. In this study will be developed the muscular temporomandibular disorders that generates changes in the mechanism between cranium, cervical and jaw, changing the speech and influencing voice quality. Changes in the mandibular amplitude and joint decrease the harmony of the structures responsible for speech leading to the development of dysphonia. This is a survey of literature with the goal of demonstrating the influence of muscular temporomandibular dysfunction in the voice quality disorders. After the study could be concluded that the muscular temporomandibular disorders have direct interference in the activity of the jaw and neck posture, which disrupts the positioning of other functions, such as speech, because the suprahyoid muscles will be changed and changes also laryngeal activity and speech structures.

Key-words:
Voice quality
Speech
Temporomandibular disorders
Resumo

A disfunção temporomandibular (DTM) é um conjunto de manifestações associadas a comprometimentos nos tecidos articulares e/ou musculares, envolvendo estruturas anatómicas a ela associadas. O mecanismo de acção entre a fonação e a articulação depende de uma complexa interdependência da actividade entre a respiração e todos os músculos do sistema estomatognático coordenados pela postura cervical, além da acção dos órgãos fonoarticulatórios, caracterizando a fonoarticulação. Nesse estudo, aborda-se a disfunção temporomandibular muscular que gera alterações no mecanismo craniocervicomandibular, alterando a fonoarticulação e influenciando a qualidade vocal. As alterações na amplitude mandibular e articulatória diminuem a harmonia das estruturas responsáveis pela fonoarticulação levando ao desenvolvimento de disfonia. Trata-se de uma pesquisa de revisão bibliográfica com o objectivo geral de demonstrar a influência da disfunção temporomandibular muscular nas alterações da qualidade vocal. Após a realização do estudo pôde concluir-se que a disfunção temporomandibular muscular tem interferência directa na actividade da mandíbula e postura cervical, o que desorganiza o posicionamento de outras funções, como a fonação, porque os músculos supra-hióides serão alterados e modifica, ainda, a actividade laríngea e articulação dos órgãos fonoarticulatórios.

Palavras Chave:
Qualidade vocal
Fonoarticulação
Disfunção Temporomandibular
Full text is only aviable in PDF
Bibliografia
[1-]
C.C. Tanigute.
Desenvolvimento das funções estomatognáticas.
Fundamentos em fonoaudiologia – Aspectos clínicos da motricidade oral, 2, pp. 1-9
[2-]
T. Tamaki.
ATM: Noções de interesse protético.
Sarvier, (1981),
[3-]
C.M. Felicío.
Fonoaudiologia aplicada a casos odontológicos: motricidade oral e audiologia, pp. 243
[4-]
D. Paesani.
Prevalence of temporomandibular joint internal derangement in patients with craniomandibular disorders.
Am J Orthod Dentofac Orthop, 101 (1992), pp. 41-47
[5-]
W. Anelli.
Atuação fonoaudiológica na desordem temporomandibular.
Tratado de fonoaudiologia, pp. 821-828
[6-]
E.M.G. Bianchini.
Mastigação e ATM – avaliação e terapia.
Fundamentos em fonoaudiologia – Aspectos clínicos da motricidade oral, 2, pp. 45-57
[7-]
O.F. Molina.
Fisiopatologia Craniomandibular.
Pancast, (1995),
[8-]
A.R. Garcia, V. Sousa.
Desordens temporomandibulares: causa de dor de cabeça e limitação da função.
Rev Assoc Paul Cir Dent, 52 (1998), pp. 480-486
[9-]
J.M.C. Pomeranc.
Distúrbios da articulação temporomandibular e dor miofascial uma abordagem e tratamento fonoaudiológicom. Comitê de motricidade orofacial – SBFa.
Motricidade orofacial: Como atuam os especialistas, pp. 131-139
[10-]
J.R. Fricton, R. Dubner.
Dor orofacial e desordens temporomandibulares, pp. 15-32
[11-]
A.G. Zarb, G.E. Carlsson, B.J. Sessle, N.D. Mohl.
Disfunções da articulação temporomandibular e dos músculos da mastigação.
Santos, (2000),
[12-]
R. Orhrbach, G.A. Zarb, G.E. Carlsson, B.J. Sessle, N.D. Mohl, Histórico e Exame Clínico.
Disfunções da articulação temporomandibular e dos músculos da mastigação.
Santos, (2000),
[13-]
G.A. Zarb, G.E. Carlsson, B.J. Sessle, N.D. Mohl.
Disfunção da Articulação Temporomandibular e dos Músculos da Mastigação, pp. 159-170
[14-]
R.H. Griffiths.
Report of the President's conference on the examination, diagnosis, and management of temporomandibular disorders.
J Am Dent Assoc, 106 (1983), pp. 75-77
[15-]
C.R. Douglas.
Tratado de Fisiologia.
Robe Editorial, (2002),
[16-]
J.P. Okeson.
Tratamento das desordens temporomandibulares e oclusão.
4, Artes Médicas, (2000),
[17-]
I.Q. Marchesan.
Motricidade oral: visão clínica do trabalho fonoaudiológico integrado com outras especialidades.
Pancast, (1993),
[18-]
S.C.O. Limongi.
Considerações sobre a importância dos aspectos morfo-fisiológicos e emocionais no desenvolvimento e profilaxia dos órgãos fonoarticulatórios.
Andrei, (1987),
[19-]
E.J. Metter.
Distúrbios da fala: avaliação clínica e diagnóstico.
Enelivros, (1991),
[20-]
C.R. Douglas.
Fisiologia aplicada a Fonoaudiologia, 2, pp. 798
[21-]
M. Behlau.
Voz: O livro do especialista.
Revinter, (2001),
[22-]
M. Behlau, P. Pontes.
Avaliação e tratamento das disfonias.
Lovise, (1995),
[23-]
D.R. Boone, S.C. Mcfarlane.
A voz e a terapia vocal.
5.a, Artes Médicas, (1994),
[24-]
M.C.L. Greene.
Distúrbios da voz.
4a, Manole, (1986),
[25-]
E.M.G. Bianchini.
Articulação temporomandibular: Implicações e possibilidades de reabilitação fonoaudiológica.
Profono, (2000),
[26-]
R. Moyers.
Ortodontia.
4.a, Guanabara Koogan, (1991),
[27-]
C.A. Sanseverino.
Disfunção temporomandibular.
Comitê de motricidade orofacial – SBFa. Motricidade orofacial: Como atuam os especialistas, pp. 149-152
[28-]
C.M. Felício.
Fonoaudiologia nas desordens temporomandibulares: Uma ação educativa-terapêutica.
Pancast, (1994),
[29-]
P.L.M. Albernaz, M.M. Ganança, Y. Fukuda.
Otorrinolaringologia para o clínico geral, pp. 214-215
[30-]
R.A. Taucci, E.M.G. Bianchini.
Verificação da interferência das disfunções temporomandibulares na articulação da fala: queixas e caracterização dos movimentos mandibulares.
Rev Soc Bras Fonoaudiol, 12 (2007), pp. 274-280
[31-]
M.H. Mascarenhas, L.F. Dutra, et al.
Inter-relações funcionais entre ATM e coluna cervical.
ATM e dores craniofaciais, pp. 215-236
[32-]
R.N. Maciel, et al.
ATM e dores craniofaciais: fisiopatologia básica, pp. 438
[33-]
R.C. Morales.
Terapia de regulação orofacial.
Memnon, (1999),
[34-]
C.R. Douglas.
Patofisiologia Oral.
Ed. Pancast, (1998),
[35-]
S. Linder, L.D.S. Aronson.
Respiratoy function in relation to facial morphology and the dentition.
Br J Orthod, 6 (1979), pp. 59-71

(Rockland A, Teixeira AVA, Vieira da Silva J, Lima SAA, Oliveira AV. Influência da Disfunção Temporomandibular Muscular nas Alterações da Qualidade Vocal. Rev Port Estomatol Med Dent Cir Maxilofac 2010; 51:41–47)

Copyright © 2010. Sociedade Portuguesa de Estomatologia e Medicina Dentária
Article options
Tools
es en pt

¿Es usted profesional sanitario apto para prescribir o dispensar medicamentos?

Are you a health professional able to prescribe or dispense drugs?

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos