Regístrese
Buscar en
Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial
Toda la web
Inicio Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial #111. Influência da utilização de adesivos universais na adesão a polímeros...
Journal Information
Vol. 57. Issue S1.
Pages 45 (December 2016)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 57. Issue S1.
Pages 45 (December 2016)
DOI: 10.1016/j.rpemd.2016.10.108
Open Access
#111. Influência da utilização de adesivos universais na adesão a polímeros CAD/CAM
Visits
716
Bianca Rosca*, Sofia Ramalho, João Carlos Sampaio‐Fernandes, Jaime Portugal
Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto, Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa
This item has received
716
Visits

Under a Creative Commons license
Article information
Full Text

Objetivos: Avaliar influência da utilização de diferentes adesivos universais na resistência adesiva a 2 materiais poliméricos de CAD/CAM.

Materiais e métodos: Oitenta blocos de polimetilmetacrilato (PMMA) e 80 blocos de polioximetileno (POM) foram fresados pelo respetivo fabricante, com dimensões padronizadas de 7mm de diâmetro e 4mm de altura. Após jateamento de superfície com Al2O3 (50μm), os blocos de cada material polimérico foram distribuídos de forma aleatória em 4 subgrupos, de acordo com o sistema adesivo utilizado: OptiBond XTR, Futurabond M, Scotchbond U ou OptiBond SoloPlus. Desta forma, foram criados 8 grupos experimentais (n=20). A área de adesão com 3mm de diâmetro foi padronizada com uma fita adesiva, e os sistemas adesivos e o compósito (GrandioSO) foram sobre ela aplicados segundo as instruções dos respetivos fabricantes. Os espécimes foram armazenados em água destilada, a 37°C durante 48 horas, e posteriormente submetidos a ensaios mecânicos a tensões de corte (0,5mm/min; 1kN). O tipo de falha de união foi classificado em: adesivo, coesivo ou misto. Os dados de resistência mecânica foram analisados com ANOVA e os dados do tipo de falha com testes não paramétricos, segundo Kruskal‐Wallis e Mann‐Whitney (alfa=0,05).

Resultados: O tipo de material polimérico utilizado como substrato influenciou os valores de adesão (p<0,001) e o tipo de falha de união (p<0,001). Com o PMMA foram obtidos valores de resistência adesiva mais elevados e o tipo de falha foi, maioritariamente, do tipo misto. Nos espécimes fabricados com POM observaram‐se maioritariamente falhas do tipo adesivo. Nem valores de adesão (p=0,062) nem no tipo de falha (p=0,925) foram influenciados pelo sistema adesivo utilizado.

Conclusões: Os valores de adesão foram mais elevados para o PMMA do que para o POM, independentemente do sistema adesivo utilizado.

Article options
Tools
es en pt

¿Es usted profesional sanitario apto para prescribir o dispensar medicamentos?

Are you a health professional able to prescribe or dispense drugs?

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos

es en pt
Política de cookies Cookies policy Política de cookies
Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y mostrarle publicidad relacionada con sus preferencias mediante el análisis de sus hábitos de navegación. Si continua navegando, consideramos que acepta su uso. Puede cambiar la configuración u obtener más información aquí. To improve our services and products, we use "cookies" (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here. Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.