Regístrese
Buscar en
Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial
Toda la web
Inicio Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial #1. Caso clínico de canino mandibular transmigrado
Journal Information
Vol. 56. Issue S1.
Pages 26 (December 2015)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 56. Issue S1.
Pages 26 (December 2015)
PÓSTERS DE CASOS CLÍNICOS
DOI: 10.1016/j.rpemd.2015.10.059
Open Access
#1. Caso clínico de canino mandibular transmigrado
Visits
1424
Helena Salgado*, Pedro Mesquita
Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto (FMDUP)
This item has received
1424
Visits

Under a Creative Commons license
Article information
Full Text

Introdução: A transmigração é um fenómeno raro, no qual dentes não erupcionados migram através da linha média maxilar ou mandibular. Afeta, geralmente, os caninos mandibulares, variando a prevalência reportada entre 0,14‐0,31%. A etiologia permanece, até à data, pouco esclarecida, podendo ocorrer como resultado de um processo patológico, como a presença de uma lesão cística, de um odontoma ou de qualquer outro obstáculo mecânico. A hereditariedade também pode estar associada. Normalmente, os dentes transmigrados permanecem impactados e assintomáticos podendo, em alguns casos, erupcionar na linha média ou na região do canino contralateral. A sintomatologia mais frequentemente associada, quando presente, é a dor e/ou a reabsorção das raízes dos dentes adjacentes. Existem diferentes opções de tratamento, designadamente o acompanhamento e controlo sem extração, a tração ortodôntica com colocação do dente na arcada dentária, o autotransplante ou a extração cirúrgica. O tratamento torna‐se mais complicado quando diagnosticado em estadio avançado, o que justifica, só por si, a importância do rastreio radiológico.

Descrição do caso clínico: Uma menina de 15 anos de idade compareceu na nossa consulta, referindo dor nos incisivos inferiores. Ao exame clínico, foi possível verificar a presença na arcada do canino mandibular esquerdo decíduo. A radiografia panorâmica revelou que o canino permanente mandibular esquerdo se encontrava impactado numa posição horizontal abaixo dos ápices dos incisivos, tendo migrado em direção ao lado contralateral, ultrapassando a linha média. O dente foi removido cirurgicamente, sob o efeito de anestesia geral. Nas avaliações de controlo pós‐cirúrgico a paciente não referiu qualquer sintomatologia ao nível dos incisivos inferiores, pelo que a vitalidade desses dentes foi preservada. Na radiografia de controlo aos 12 meses, após a cirurgia, é possível verificar a boa cicatrização óssea do local da remoção do canino impactado.

Discussão e conclusões: A ausência do canino mandibular permanente, para além da idade cronológica média de erupção, aconselha a realização de uma radiografia panorâmica para despiste de inclusões dentárias, pois as radiografias periapicais nem sempre permitem detetar caninos impactados ou transmigrados.

Article options
Tools
es en pt

¿Es usted profesional sanitario apto para prescribir o dispensar medicamentos?

Are you a health professional able to prescribe or dispense drugs?

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos

es en pt
Política de cookies Cookies policy Política de cookies
Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y mostrarle publicidad relacionada con sus preferencias mediante el análisis de sus hábitos de navegación. Si continua navegando, consideramos que acepta su uso. Puede cambiar la configuración u obtener más información aquí. To improve our services and products, we use "cookies" (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here. Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.