Buscar en
Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial
Toda la web
Inicio Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial # 40. Efeito de branqueadores internos e do hidróxido de cálcio na microdureza...
Journal Information
Vol. 56. Issue S1.
Pages 18-19 (December 2015)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 56. Issue S1.
Pages 18-19 (December 2015)
DOI: 10.1016/j.rpemd.2015.10.041
Open Access
# 40. Efeito de branqueadores internos e do hidróxido de cálcio na microdureza da dentina
Visits
...
Ana Catarina Fernandes*, Pedro Moura, Mário Polido, Ana Cristina Azul
Centro de Investigação Interdisciplinar Egas Moniz (CiiEM); Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz (ISCSEM)
Article information
Full Text

Objetivo: O presente trabalho de investigação pretende avaliar a influência de 2 branqueadores internos (perborato de sódio e peróxido de carbamida a 16%) na microdureza da dentina e verificar se a aplicação de hidróxido de cálcio, após o branqueamento interno, provoca alterações de microdureza da dentina.

Materiais e métodos: Foram recolhidos 32 dentes humanos hígidos e distribuíram‐se aleatoriamente por 4 grupos de 8 elementos, havendo apenas o cuidado de proporcionar a cada grupo igual número de dentes de cada tipo. Cada grupo incluiu 5 molares, um pré‐molar e 2 incisivos. O grupo 1 correspondeu ao grupo de controlo; no grupo 2, aplicou‐se perborato de sódio (Labsolve – Odivelas, Portugal); no grupo 3, peróxido de carbamida a 16% (Polanight® – SDI Limited, Victoria, Austrália); e no grupo 4, peróxido de carbamida a 16%, seguido de hidróxido de cálcio (Ultracal® XS – Ultradent Products, South Jordan, EUA). Efetuou‐se o tratamento endodôntico em todos os dentes. Nos grupos de trabalho aplicou‐se o branqueador respetivo e, no grupo de controlo, colocou‐se uma bola de algodão esterilizada na câmara pulpar. Os agentes branqueadores foram aplicados com intervalos de 5 dias, num total de 3 aplicações. Posteriormente, todos os dentes foram seccionados com recurso ao micrótomo de tecidos duros Accutom‐5® (Struers, Ballerup, Dinamarca), obtendo‐se 14 espécimes por grupo. Seguidamente, determinou‐se a microdureza dos espécimes, com recurso ao aparelho de medição de microdureza de Vickers HSV‐30® (Shimadzu Corporation, Quioto, Japão). Os resultados foram submetidos a análise estatística quantitativa, utilizando‐se para isso o teste one‐way ANOVA com um nível de significância de 5%.

Resultados: No grupo 1, a microdureza média encontrada foi de 56,9646±8,47251HV; no grupo 2, de 61,2600±12,77911HV; no grupo 3, de 68,9400±28,58062HV; e, no grupo 4, de 56,2186±10,34014HV. Os resultados obtidos não evidenciaram diferenças estatisticamente significativas (p>0,05).

Conclusões: A aplicação dos agentes branqueadores estudados não provoca alterações de microdureza da dentina, e a aplicação de hidróxido de cálcio também não traz variações de microdureza da dentina, após branqueamento interno.

Article options
Tools
es en pt

¿Es usted profesional sanitario apto para prescribir o dispensar medicamentos?

Are you a health professional able to prescribe or dispense drugs?

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos