Buscar en
Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial
Toda la web
Inicio Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial # 20. Avaliação da fluorescência de 2 resinas compostas após imersão em sol...
Journal Information
Vol. 56. Issue S1.
Pages 9-10 (December 2015)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 56. Issue S1.
Pages 9-10 (December 2015)
DOI: 10.1016/j.rpemd.2015.10.021
Open Access
# 20. Avaliação da fluorescência de 2 resinas compostas após imersão em soluções pigmentantes
Visits
...
Maria João Bila*, Inês Caldeira Fernandes, Luís Filipe Vieira Ferreira, Mário Polido, Ana Cristina Azul
Centro de Investigação Interdisciplinar Egas Moniz (CiiEM); Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz (ISCSEM)
CQFM‐ Centro de Química‐Física Molecular do IN, IST, Universidade de Lisboa
Article information
Full Text

Objetivos: Avaliar in vitro a fluorescência de 2 resinas compostas, frequentemente usadas na prática clínica, antes e após a imersão em soluções pigmentantes.

Materiais e métodos: Foram confecionados, a partir de 2 resinas compostas fotopolimerizáveis, uma nanoparticulada (FiltekTM Supreme XTE A3B [3M ESPE – Minnesota, EUA]) e uma híbrida (FiltekTM Z250 A3 [3M ESPE – Minnesota, EUA]), 10 discos de cada uma (10mm de diâmetro e 2mm de espessura), através de um molde metálico padronizado. Todos os discos sofreram um corte de 2mm no seu diâmetro, seguindo‐se o seu polimento. Oito discos foram imersos em saliva artificial de pH=5,525 (Laboratório ISCSEM, Monte da Caparica, Portugal) durante 24 horas e, posteriormente, durante 72 horas nas respetivas soluções pigmentantes: água destilada, vinho tinto («Vale da Poupa Douro», Favaios, Portugal), café («Nespresso Volluto», Lausanne, Suíça) e black vodka («Eristoff Black», Bacardi Global Brands, Inglaterra, Reino Unido). Dois discos não foram imersos. Os gráficos de fluorescência para cada disco foram obtidos a partir de um espectrofluorímetro (IST, Lisboa, Portugal), e os dados foram tratados através de uma análise qualitativa e interpretativa.

Resultados: A exposição dos discos de resina composta aos fluídos pigmentantes diminuiu, de forma significativa, a intensidade de fluorescência por eles inicialmente emitida. A alteração de fluorescência mais acentuada verificou‐se no FiltekTM Supreme XTE A3B, sob a ação do vinho tinto, e a menos acentuada no FiltekTM Z250 A3, sob a ação da água destilada. A solução que demonstrou causar mais alterações foi o vinho tinto e a que provocou menos alterações foi a água destilada.

Conclusões: As 2 resinas compostas sofreram diferentes alterações de fluorescência, perante os diferentes agentes pigmentantes, sendo esta alteração dependente da natureza da matriz orgânica, partículas de carga e do tipo de agente pigmentante.

Article options
Tools
es en pt

¿Es usted profesional sanitario apto para prescribir o dispensar medicamentos?

Are you a health professional able to prescribe or dispense drugs?

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos

es en pt
Política de cookies Cookies policy Política de cookies
Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y mostrarle publicidad relacionada con sus preferencias mediante el análisis de sus hábitos de navegación. Si continua navegando, consideramos que acepta su uso. Puede cambiar la configuración u obtener más información aquí. To improve our services and products, we use "cookies" (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here. Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.