Buscar en
Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial
Toda la web
Inicio Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial # 17. Análise estética da face da população portuguesa
Journal Information
Vol. 56. Issue S1.
Pages 8 (December 2015)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 56. Issue S1.
Pages 8 (December 2015)
DOI: 10.1016/j.rpemd.2015.10.018
Open Access
# 17. Análise estética da face da população portuguesa
Visits
...
Joana Queiroga*, Maria João Rodrigues, Luisa Maló, Francisco Fernandes do Vale
Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Article information
Full Text

Objetivos: Este trabalho procura criar informação cefalométrica lateral, baseada na posição natural da cabeça (PNC) e aferida a grupos de população portuguesa, tal como analisar o dimorfismo sexual e estudar a comparação com trabalhos idênticos feitos noutros grupos étnicos.

Materiais e métodos: Cinquenta e cinco jovens adultos portugueses (20 homens e 35 mulheres) foram selecionados, de acordo com os seguintes critérios: ser caucasiano de ascendência portuguesa, maior de 18 anos e apresentar boa estética facial; apresentar oclusão normal de classe I molar e canina, e sem disfunção temporomandibular; não apresentar marcas faciais, cicatriciais ou outras, nem desvios funcionais mandibulares; nunca ter sido submetido a tratamento ortodôntico ou a intervenções cirúrgicas na área maxilofacial. Recolheram‐se os seguintes registos: ficha clínica; impressões em alginato das arcadas dentárias para obtenção dos modelos de estudo; 4 fotografias em PNC; telerradiografias de perfil em oclusão em relação cêntrica e em PNC. Os critérios de seleção da amostra da população americana, e os métodos de execução e de estudo da telerradiografia seguidos pelo autor americano, são semelhantes aos deste trabalho. Para estudar o dimorfismo sexual e étnico, foi usado o teste t de Student.

Resultados: A espessura dos tecidos cutâneos que recobrem a face é maior nos homens do que nas mulheres da população ideal portuguesa e não se verificam grandes diferenças étnicas. A altura total da face é significativamente maior nos homens do que nas mulheres, e maior nas mulheres da amostra portuguesa do que nas mulheres norte‐americanas. O comprimento dos lábios é maior nos homens do que nas mulheres da amostra portuguesa e não se verifica grande dimorfismo étnico. O andar médio da face está mais recuado sagitalmente nos homens do que nas mulheres, e mais recuado na população ideal portuguesa do que na população ideal norte‐americana. O posicionamento dos lábios na amostra portuguesa é mais posterior do que na amostra norte‐americana.

Conclusões: A PNC, os lábios relaxados e o uso de marcadores metálicos, para identificar estruturas tegumentares do andar médio da face, são essenciais para um correto diagnóstico e planeamento do tratamento. Na interpretação da análise cefalométrica devem ser considerados o género, a idade e a raça do indivíduo a estudar, para se obter uma correta informação clínica dos valores obtidos e para que essa informação se torne mais compatível com o julgamento clínico visual.

Article options
Tools
es en pt

¿Es usted profesional sanitario apto para prescribir o dispensar medicamentos?

Are you a health professional able to prescribe or dispense drugs?

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos