Buscar en
Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial
Toda la web
Inicio Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial # 15. Relação tratamento ortodôntico e recessão gengival: evidência e clín...
Journal Information
Vol. 56. Issue S1.
Pages 43 (December 2015)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 56. Issue S1.
Pages 43 (December 2015)
DOI: 10.1016/j.rpemd.2015.10.099
Open Access
# 15. Relação tratamento ortodôntico e recessão gengival: evidência e clínica
Visits
...
T. Rolo, S. Alves
Área de Medicina Dentária – Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Article information
Full Text

Introdução: O tratamento ortodôntico (TO) pretende a obtenção de uma oclusão anatómica, funcional e estética com um periodonto saudável. Contudo, frequentes relatos do surgimento de recessões gengivais, durante e após TO, têm sugerido um possível papel do mesmo na etiologia desta patologia periodontal. Associando casos clínicos exemplificativos, o objetivo desta revisão é avaliar a relação existente entre o TO e a recessão gengival, procurando responder à seguinte questão PICO: Em pacientes sujeitos a TO, comparando as alterações gengivais antes e após tratamento, quais os efeitos da movimentação ortodôntica no desenvolvimento e correção de recessões gengivais?

Metodologia: Procedeu‐se a uma revisão científica recorrendo às bases de dados eletrónicas PubMed e Ebscohost, com as palavras‐chave: orthodontic tooth movement; orthodontic treatment; gingival recession e periodontal defects, selecionando artigos publicados entre 2003‐2014, em língua inglesa e portuguesa, e complementada com uma busca manual na biblioteca da AMD. Critérios de inclusão: estudos clínicos humanos (caso‐controlo, coorte, séries de casos clínicos, clínicos controlados randomizados, revisões sistemáticas [RS]), em pacientes periodontalmente saudáveis, com ou sem recessão prévia à execução de TO. Critérios de exclusão: estudos animais, relatos de casos, estudos clínicos humanos com indivíduos portadores de periodontite, doenças sistémicas ou malformações congénitas da cavidade oral, e pacientes com medicação associada a alterações gengivais.

Resultados: Foram selecionados 9 artigos (7 estudos clínicos e 2 RS). Verifica‐se uma predominância de avaliação dos incisivos inferiores, sugerindo uma maior frequência de recessões gengivais durante e após o TO nos casos dos dentes sujeitos a uma maior pró‐inclinação e/ou movimentação para fora do envelope alveolar. Idade, mau controlo de placa bacteriana e biótipo gengival fino são apontados como potenciais fatores preditivos de recessão gengival. Contudo, a metodologia de avaliação periodontal empregue revela‐se inadequada para a validação destes fatores, realçando‐se a necessidade de estudos adicionais.

Conclusões/implicações clínicas: Considerando o baixo nível de evidência científica existente, os incisivos inferiores aparentam ser os dentes mais suscetíveis ao risco de recessão gengival durante ou após o TO. Após validação, a identificação e controlo dos potenciais fatores de risco poderá minimizar o seu agravamento ou desenvolvimento.

Article options
Tools
es en pt

¿Es usted profesional sanitario apto para prescribir o dispensar medicamentos?

Are you a health professional able to prescribe or dispense drugs?

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos

es en pt
Política de cookies Cookies policy Política de cookies
Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y mostrarle publicidad relacionada con sus preferencias mediante el análisis de sus hábitos de navegación. Si continua navegando, consideramos que acepta su uso. Puede cambiar la configuración u obtener más información aquí. To improve our services and products, we use "cookies" (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here. Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.