Buscar en
Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial
Toda la web
Inicio Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial # 1. Camuflagem de uma má oclusão de classe III ‐ caso clínico
Journal Information
Vol. 56. Issue S1.
Pages 37 (December 2015)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 56. Issue S1.
Pages 37 (December 2015)
PÓSTERS DE CASOS CLÍNICOS
DOI: 10.1016/j.rpemd.2015.10.085
Open Access
# 1. Camuflagem de uma má oclusão de classe III ‐ caso clínico
Visits
...
Viviana Godinho*, Sofia Assunção, Manuel Alves, Maria José Madureira
ISCS‐N; FMDUP; Clínica Dentária Dr. Pereira Alves
Article information
Full Text

Introdução: Uma abordagem não cirúrgica de casos clínicos de má oclusão de classe III constitui um grande desafio em ortodontia. Perante estes casos, existem geralmente 2 tipos de opções terapêuticas: camuflagem ortodôntica (não cirúrgica) ou tratamento ortodôntico cirúrgico. Ambas visam alcançar uma estabilidade a longo prazo através de uma oclusão balanceada e melhoria da estética; no entanto, cada uma das opções terapêuticas envolve mecânicas bastante opostas. Para selecionar o tratamento a seguir é fundamental um diagnóstico detalhado, que envolva uma análise cefalométrica, facial e pesquisa de hábitos parafuncionais, muitas vezes impercetíveis durante a consulta de rotina.

Descrição do caso clínico: O caso apresentado refere‐se a um paciente adulto do sexo masculino que se apresentou na consulta bastante descontente, com apinhamento dentário superior e inferior severo, agenesia do dente 12 e overbite invertido, o que provocava uma clara desarmonia facial. Foram efetuados exames complementares de diagnóstico, em particular: ortopantomografia, telerradiografia, fotografias intra e extraorais, bem como modelos de estudo. O estudo cefalométrico indicou tratar‐se de um paciente dolicofacial com classe III alveolar e esquelética.

Discussão e conclusões: O paciente, apesar de ter sido esclarecido sobre as limitações da camuflagem ortodôntica num caso considerado cirúrgico, optou pelo tratamento ortodôntico, mesmo sabendo que seria apenas uma solução de compromisso. Os objetivos principais do tratamento incidiram, essencialmente, na resolução do apinhamento dentário visando uma melhoria da harmonia facial. Utilizou‐se a técnica bioprogressiva de Ricketts, recorrendo à exodontia dos primeiros pré‐molares inferiores e do primeiro pré‐molar superior esquerdo. A análise detalhada do caso clínico, através da interpretação cuidada dos modelos, fotografias e traçado cefalométrico, foi imprescindível na tomada de decisão do tratamento a seguir. A camuflagem ortodôntica revelou‐se uma solução bastante satisfatória, visto que permitiu uma oclusão funcional estável em conjugação com uma melhoria visível da harmonia facial.

Article options
Tools
es en pt

¿Es usted profesional sanitario apto para prescribir o dispensar medicamentos?

Are you a health professional able to prescribe or dispense drugs?

Você é um profissional de saúde habilitado a prescrever ou dispensar medicamentos

es en pt
Política de cookies Cookies policy Política de cookies
Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y mostrarle publicidad relacionada con sus preferencias mediante el análisis de sus hábitos de navegación. Si continua navegando, consideramos que acepta su uso. Puede cambiar la configuración u obtener más información aquí. To improve our services and products, we use "cookies" (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here. Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços e mostrar publicidade relacionada às suas preferências, analisando seus hábitos de navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Você pode alterar a configuração ou obter mais informações aqui.